19 outubro 2013

Centenário do Vinicius de Moraes

Hoje, 19/10/2013, comemora-se o Centenário de Vinicius de Moraes, o Poetinha.


Um dos nomes mais importantes da música e poesia do país e, de longe, o meu favorito. Grande parceiro de Tom Jobim, amante de um bom uísque e ciumento que só ele, deixou uma vasta obra que até hoje encanta as mais diversas gerações.

Vinicius sabia usar as palavras como ninguém, em seus versos temos melodias suaves que tratam dos vários sentimentos da vida sob a visão do poeta. Frases que se encaixam perfeitamente umas as outras e nos levam a um universo de reflexão até então desconhecido, dos amores profundos e amizades fortes, das inspirações fora de hora e da paixão inestimável por aquilo que se faz.

A maioria de nós o conheceu através dos trabalhos literários exigidos no colégio ou pelas leituras obrigatórias dos vestibulares, até mesmo quando muito pequenos cantando  "numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo..."  sem saber de quem se tratava. Tenho certeza que preencheu vários bilhetinhos de amor por aí e que inspirou muitos a quererem seguir este ramo -assim como eu.

Parabéns, Vinicius!  


Soneto de Carnaval
"Distante o meu amor, se me afigura
O amor como um patético tormento
Pensar nele é morrer de desventura
Não pensar é matar meu pensamento.

Seu mais doce desejo se amargura
Todo instante perdido é um sofrimento
Cada beijo lembrado uma tortura
Um ciúme do próprio ciumento.

E vivemos partindo, ela de mim
E eu dela, enquanto breves vão-se os anos
Para a grande partida que há no fim.

De toda a vida e todo o amor humanos:
Mas tranquila ela sabe, e eu sei tranquilo
Que se um fica o outro parte a redimi-lo."







Reações:

10 comentários:

  1. Hey
    Adorei a postagem, Fran!
    Realmente, na época de ensino médio só dava Vinícius, e eu até marcava partes de sonetos dele no livro, achava lindos.
    E morro de inveja de quem sabe todos de cabeça.

    Parabéns Vinicius!!!!!

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Nana! :)

      Minha antalogia do Poetinha é toda grifada! hahahahaha E eu sei alguns de cabeça também, esse do post escrevi sem colar :p -sou fã mesmo hahah

      Excluir
  2. Oi Fran.
    Nossa, como não conhecer e como não amar?
    São tantas coisas da nossa vida que nos fazem lembrar Vinicius de Moraes.
    Adorei a postagem.
    Beijos e boa semana :)

    http://elaeseuslivros.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não é, Jéssica?!
      Ele tá presente em quase tudo <3

      Excluir
  3. Parabéns pelo post!! Adoro Vinicius de Moraes e sou apaixonada pelo "Soneto da Fidelidade".

    ResponderExcluir
  4. Ahhhhhh
    Que legal!
    Quando eu era adolescente eu era louca no Soneto de Fidelidade... lindo demais!

    bjs
    http://letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo quase tudo do Vinicius, ele é um gênio <3

      Excluir
  5. ei linda :)
    Lindo seu blog, e Vinicius de Moraes é O CARA, né? Enfim, estou seguindo... Meus parabéns pelo blog...

    Beijos, passa la...
    www.ps-carpediem.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é o cara! hahahahaha

      Obrigada, já retribui :)

      Excluir